terça-feira, 28 de maio de 2013

Educação Domiciliar: muitos desafios

A escola não é só para socialização, mas na prática fica só nisso por diversos fatores: números de estudantes por sala, falta de professores,  ausência de pais na educação, etc. Socializar é possível  em diversos espaços. A escola com esse objetivo perde seu caráter de aprendizado, pois a socialização é um meio para o aprendizado...

Ao mesmo tempo em que concordo com pais que investem na educação domiciliar dos filhos (as), fico pensando o quanto seria enriquecedor eles terem seus filhos nas escolas, acompanhando e participando da comunidade escolar.


segunda-feira, 27 de maio de 2013

Norte e Nordeste: alunos com Bolsa Família têm aprovação acima da média

Sem dúvidas quando não se tem fome e outras preocupações é possível concentra-se mais e aprender melhor.
A família que faz parte do Programa Bolsa Família se por acaso faltar o gás ou outra coisa em casa, a criança não vai pra rua trabalhar. Ela estará na escola!
No Programa Bolsa Família é obrigatório frequência das crianças na escola. O programa poderia ampliar-se no sentido de beneficiar toda família em relação aos estudos dos pais. Incentivá-los ou terminar a educação básica, fazer curso técnico ou superior.

Precisamos de mais informações, é algo muito bom aprovação acima da média. Porém, nosso sistema induz  a "aprovação automática". A notícia boa é que as crianças estão nas escolas...



Norte e Nordeste: alunos com Bolsa Família têm aprovação acima da média



quarta-feira, 22 de maio de 2013

A síndrome da militância arrogante - Por Marília Moschkovich


“Há algumas semanas, várias companheiras feministas compartilharam no Facebook uma imagem que apontava alguns motivos pelos quais as mulheres deveriam reconhecer o feminismo. No fim da imagem, um pequeno asterisco estragava todo o propósito de militância, com os seguintes dizeres: “Mas se você prefere continuar lavando louça, provavelmente você deve ser mais útil na cozinha. Então fique lá, enquanto outras lutam por você. Não precisa expor sua ignorância para toda a rede”.
Ai. Essa me doeu na alma.”
“O fim último de todo movimento contra opressões é que, como resultado de seu próprio trabalho, ele deixe de ser necessário. Que ele deixe de ser necessário precisa ser um objetivo geral, que valha para absolutamente todas as pessoas envolvidas nesses sistemas de opressão. Não dá pra pensar um feminismo que quer incluir apenas as feministas no processo e no resultado da luta. Não dá, gente. Não dá.
Ou o feminismo será para todas e todos, ou não será.”

Suplicy na Virada Cultural


Eduardo Matarazzo Suplicy: Felicidade e susto na Virada Cultural

terça-feira, 21 de maio de 2013

Festival do Minuto para alunos e professores - inscrições até 30 de agosto


Alunos do Ensino Fundamental ou Médio e professores de escolas públicas ou privadas de todo mundo podem participar do Festival do Minuto, na edição "Minuto Escola 2013"
O Festival do Minuto foi criado no Brasil em 1991, dede 2007 o Festival tornou-se online. Tem como grande parceiro o Ministério da Cultura.
Inscrições até 30 de agosto!
Premiação*: 

1 prêmio de R$ 1.000 para a categoria Alunos do Ensino Fundamental (Minuteen)
1 prêmio de R$ 1.000 para a categoria Alunos do Ensino Médio
1 prêmio de R$ 1.000 para a categoria Professores
No site da Escola do Minuto possui orientações para produção de vídeos   – www.escoladominuto.com.br .

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Mais estudantes pobres nas universidades federais!


Metade das vagas nas universidades e institutos federais serão reservadas para cotistas e  a  outra metade para concorrência ampla.

A partir da década de 30, vários grupos ligados aos movimentos sociais reivindicavam direitos a  educação e outros para a população negra. 

Faz parte da política de Ações Afirmativas a nova lei de cotas para as federais, que incluirá estudantes pobres de todas as etnias. 

Por meio da lei  12.711 sancionada em agosto de 2012 serão  50% das vagas destinadas as cotas. Subdivididas: metade  para estudantes de escolas públicas com renda familiar até um salário mínimo e meio per capita e metade para estudantes de escolas públicas com renda familiar superior a um salário mínimo e meio. Em ambos os casos, também será levado em conta percentual mínimo correspondente ao da soma de pretos, pardos e indígenas no estado, de acordo com o último censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

É justo, estudar a vida inteira em escola pública e no ensino superior  matar-se  de  tanto trabalhar para pagar uma faculdade?  “Ah, mais ai temos bolsas como PROUNI”. Então o estudante pobre que veio de escola pública não pode ter acesso ao ensino público de qualidade? É direito dos estudantes pobres estudarem em uma universidade pública ainda mais quando seus antepassados não usufruíram deste.

O Capital Cultural que Pierre Bourdieu fala é fato e fruto da desigualdade social:

As cotas são um meio de quebrar esse ciclo vicioso. Claro que não é a solução, nunca vi ninguém falando que as cotas são a solução. Mas é um apoio, um incentivo para estudar. “Ah, mas se o cidadão quer estudar, com esforço próprio ele consegue”. Sim, sim, todos nascemos autodidatas, ninguém enfrenta preconceitos, desestímulos, a violência simbólica não existe e quem acha que isso existe é pessimista, pois vivemos no mundo em que basta você esforçar-se um pouco que você vira o Sílvio Santos. Será que os privilégios não existem?


A solução é educação pública de qualidade para todos. Existe um grande movimento para isso, greves e debates exigindo a melhoria da educação básica. Movimentos que para grande mídia não existem e quando mostram algo é tentando desvalorizar. Como se a solução fosse ficar parado reclamando ao invés de fazer greve...

Não dá para aceitar tudo e achar que é natural. Quem está concluindo o ensino médio vai esperar uma política de reforma educacional? E quem concluiu? E se está política for implantada demoraria anos para vermos os resultados... 


Por isso, as cotas existem para quem estudou a vida inteira em escola pública, nenhum ano na escola privada. As cotas são um meio de ampliar o “Capital Cultural” dos estudantes e incentiva-los a correrem atrás do prejuízo histórico que vivenciou.

Em quatro anos a lei será implementada, este ano serão reservadas pelo menos 12,5% das vagas para cotas em universidades federais.


domingo, 12 de maio de 2013

Inscrições ENEM 2013


Vamos divulgar as inscrições para o ENEM.
Do dia 13/05/2013 às 23h59min do dia 27/05/2013:

Inscrições: http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricaoEnem/


Passo a passo: http://www.enem.inep.gov.br/


Quem tem necessidades especiais, deve especificar na inscrição. Quem está amamentando pode fazer a prova e fazer as pausas  necessárias para amamentar o bebê, basta levar um acompanhante.
Quem é aluno matriculado no último ano ou  concluiu o Ensino Médio em escola pública tem isenção da taxa de inscrição automaticamente. Pode concorrer isenção  da taxa quem declarar carência no ato de sua inscrição e acompanhar pedido. 

Mais detalhes no edital abaixo. 


EDITAL Nº 1, DE 8 DE MAIO DE 2013

EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO - ENEM 2013
O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (Inep), no exercício de suas atribuições, conforme estabelece o inciso VI do art. 16 do Anexo I ao Decreto nº 6.317, de 20 de dezembro de 2007, e tendo em vista o disposto na Portaria/MEC nº 807, de 18 de junho de 2010, torna pública a realização da edição do Enem 2013.

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
1.1 Este Edital dispõe sobre as diretrizes, os procedimentos e os prazos da edição do Enem 2013, regido pela Portaria/MEC nº 807, de 18 de junho de 2010.
1.2 O Enem 2013 obedecerá ao seguinte cronograma:
1.2.1 As inscrições serão realizadas das 10h00min do dia 13/05/2013 às 23h59min do dia 27/05/2013, horários oficiais de Bras í l i a - D F.
1.2.2 As provas serão realizadas nos dias 26 e 27 de outubro de 2013, com início às 13h00min, horário oficial de Brasília-DF, em todas as Unidades da Federação.
1.3 Haverá Edital específico para a realização do Exame para os adultos submetidos a penas privativas de liberdade e adolescentes sob medidas socioeducativas que incluam privação de liberdade.
1.4 O Exame será executado por entidade contratada pelo Inep para tal fim.
1.5 As provas serão realizadas em todos os Estados da Federação e no Distrito Federal, conforme Anexo III deste Edital.
1.6 A edição do Enem 2013, regulamentada por este Edital, tem como finalidade precípua a Avaliação do Desempenho Escolar e Acadêmico ao fim do Ensino Médio, em estrito cumprimento ao inciso VII do art. 206 c/c o inciso II do art. 209, ambos da Constituição Federal; inciso VI do art. 9º da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996; incisos II, IV, V, VII e VIII do art. 1º da Lei nº 9.448, de 14 de março de 1997; e Portaria/MEC nº 807, de 18 de junho de 2010.
1.7 As informações obtidas a partir dos resultados do Enem serão utilizadas para:
1.7.1 Compor a avaliação de medição da qualidade do Ensino Médio no País.
1.7.2 Subsidiar a implementação de políticas públicas.
1.7.3 Criar referência nacional para o aperfeiçoamento dos currículos do Ensino Médio.
1.7.4 Desenvolver estudos e indicadores sobre a educação brasileira.
1.7.5 Estabelecer critérios de acesso do PARTICIPANTE a programas governamentais.
1.7.6 Constituir parâmetros para a autoavaliação do PARTICIPANTE, com vista à continuidade de sua formação e à sua inserção no mercado de trabalho.
1.8 Facultar-se-á a utilização dos resultados individuais do Enem para:
1.8.1 A certificação, pelas Instituições Certificadoras listadas no Anexo I deste Edital, no nível de conclusão do Ensino Médio, desde que observados os termos da Portaria/Inep nº 144, de 24 de maio de 2012, e o disposto no inciso II do parágrafo 1º do art. 38 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996.
1.8.2 A utilização como mecanismo de acesso à Educação Superior ou em processos de seleção nos diferentes setores do mundo do trabalho.
2. DO ATENDIMENTO DIFERENCIADO E ESPECÍFICO
2.1 O Inep, nos termos da legislação vigente, assegurará atendimento DIFERENCIADO e atendimento ESPECÍFICO aos PARTICIPANTES que deles comprovadamente necessitarem.
2.2 O PARTICIPANTE que necessite de atendimento DIFERENCIADO e/ou de atendimento ESPECÍFICO deverá, no ato da inscrição:
2.2.1 Informar, em campo próprio do sistema de inscrição, a condição que motiva a solicitação de atendimento de acordo com as opções apresentadas:
2.2.1.1 Atendimento DIFERENCIADO: oferecido a pessoas com baixa visão, cegueira, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, dé- ficit de atenção, autismo ou com outra necessidade especial.
2.2.1.2 Atendimento ESPECÍFICO: oferecido a sabatistas (pessoas que, por motivo religioso, guardam o sábado), gestantes, lactantes, idosos ou estudantes em classe hospitalar.
2.2.2 Solicitar, em campo próprio do sistema de inscrição, o auxílio ou o recurso de que necessitar, de acordo com as opções apresentadas: prova em braile, prova com letra ampliada (fonte de tamanho 18 e com figuras ampliadas), prova com letra super ampliada (fonte de tamanho 24 e com figuras ampliadas), tradutorintérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras), guia-intérprete para surdocego, auxílio para leitura, auxílio para transcrição, leitura labial, sala de fácil acesso e mobiliário acessível.
2.2.3 Dispor de documentos comprobatórios da condição que motiva a solicitação de atendimento DIFERENCIADO ou ESPECÍFICO.
2.2.4 Estar ciente de que as informações prestadas no sistema de inscrição sobre a condição que motiva a solicitação de atendimento devem ser exatas e fidedignas, sob pena de responder por crime contra a fé pública e de ser eliminado do Exame.
2.3 A PARTICIPANTE lactante que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas deverá, obrigatoriamente, levar um acompanhante adulto nos dias de aplicação do Exame, que ficará em sala reservada, sendo responsável pela guarda do lactente (a criança) durante a realização das provas.
2.3.1 É vedado ao acompanhante da PARTICIPANTE lactante o acesso às salas de provas.
2.3.2 O acompanhante da PARTICIPANTE lactante deverá cumprir as obrigações constantes deste Edital, sob pena de eliminação do Exame da PARTICIPANTE lactante.
2.3.3 Qualquer comunicação, durante a realização das provas, entre a PARTICIPANTE lactante e o acompanhante responsável deverá ser assistida por um aplicador.
2.3.4 Não será permitida a entrada do lactente e de seu acompanhante responsável após o fechamento dos portões.
2.3.5 A PARTICIPANTE lactante não poderá ter acesso à sala de provas acompanhada do lactente.
2.3.6 Não será permitida, em hipótese alguma, a permanência do lactente no local de realização do Exame sem a presença de um acompanhante adulto.
2.4 O PARTICIPANTE em situação de classe hospitalar poderá solicitar atendimento ESPECÍFICO nos termos deste Edital.
2.4.1 É considerado PARTICIPANTE em situação de classe hospitalar aquele cujo processo formal de escolarização se dá no interior de instituição hospitalar ou afim, na condição de estudante internado para tratamento de saúde.
2.4.2 Não se caracteriza como PARTICIPANTE em situação de classe hospitalar aquele que, na data do Exame, estiver internado para realizar partos, cirurgias ou tratamentos esporádicos, bem como pessoas que trabalham na área hospitalar.
2.5 O Inep assegurará aos PARTICIPANTES sabatistas horário específico para aplicação do Exame no dia 26/10/2013, conforme item 10.4 deste Edital.
2.5.1 O PARTICIPANTE sabatista deverá informar a opção "Sabatista" em campo próprio do sistema de inscrição.
2.5.2 O PARTICIPANTE que informar a opção "Sabatista" deverá comparecer ao seu local de realização do Exame no mesmo horário dos demais PARTICIPANTES, às 12h00min (horário oficial de Brasília), de acordo com o item 10.4 deste Edital.
2.5.3 O PARTICIPANTE que informar a opção "Sabatista" deverá aguardar em sala de provas para iniciar as provas, às 19h00min, horário oficial de Brasília-DF.
2.5.4 O PARTICIPANTE que informar a opção "Sabatista" não poderá realizar qualquer espécie de consulta, de comunicação ou de manifestação a partir do ingresso na sala de provas até o término do Exame.
2.6 O atendimento DIFERENCIADO e o atendimento ESPECÍFICO somente poderão ser solicitados por meio do sistema de inscrição.
2.6.1 Não serão aceitas outras formas de solicitação de atendimento DIFERENCIADO ou de atendimento ESPECÍFICO, tais como: via postal, telefone, fax ou correio eletrônico.
2.7 O Inep reserva-se o direito de exigir, a qualquer tempo, documentos que atestem a condição que motiva a solicitação deatendimento DIFERENCIADO ou ESPECÍFICO declarado.
3. DA TAXA DE INSCRIÇÃO
3.1 O valor da taxa de inscrição será de R$ 35,00 (trinta e cinco reais), exceto para os casos previstos no § 3º do art. 5º da Portaria/MEC nº 807, de 18 de junho de 2010, e no item 3.3 deste Edital.
3.2 DO PAGAMENTO
3.2.1 O pagamento da taxa de inscrição do Exame deve ser efetuado somente no Banco do Brasil, por meio da Guia de Recolhimento da União (GRU Simples).
3.2.1.1 A GRU Simples para o pagamento da taxa de inscrição do Enem 2013 deve ser gerada, exclusivamente, no endereço eletrônico <http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricaoEnem>.
3.2.1.2 Em caso de necessidade de reimpressão, o PARTICIPANTE deverá gerar a GRU Simples no sistema de acompanhamento, no endereço eletrônico http://sistemase n e m2 . ine p.g o v. b r / i n s c r i c a o E n e m

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Torço que as mulheres continuem donas dos seus corpos!

"Há uma ameaça no ar. Uma ameaça pesada que atende pelo nome de Estatuto do Nascituro, e que pouca gente conhece. O projeto de lei foi proposto em 2005, e arquivado dois anos depois. Mas há um projeto semelhante, o PL 478/2007, prestes a ser votado. A ideia é a mesma: considerar um embrião uma pessoa já nascida, digna de todos os direitos jurídicos. E criminalizar ainda mais a mulher que aborta. 
Se aprovado, o Estatuto determinará que a vida do embrião é mais importante que a de uma mulher. Isso quer dizer que, se uma mulher estiver grávida e com câncer, os médicos não poderão tentar curá-la do câncer, porque a quimioterapia afetaria o embrião."

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Coursera – cursos online e gratuitos



Estudar diversos assuntos é sempre interessante. Para quem gosta de cursos livres ou quer praticar seu inglês veja o site do Coursera:  http://www.coursera.com/

Este site tem cursos online e gratuitos nas áreas de psicologia, educação, história, matemática e tantos outros.

O Coursera é uma empresa de empreendedorismo social que tem parceria com as melhores universidades do mundo, são 62 universidades, entre elas: Princeton University, University of Toronto, University of Virginia e University of WashingtonA ideia foi criada por uma jovem e um jovem, Andrew Ng e Daphne Koller, com o objetivo de levar cursos bons e livres para milhões de pessoas.
 Foto: Site http://allthingsd.com 18.04.12 
Andrew Ng e Daphne Koller 


Fiquei sabendo do Coursera pelo meu lindo companheiro quando ele estava assistindo uma apresentação sobre o Coursera no TED (Technology, Entertainment, Design ) uma fundação privada sem fins lucrativos dos Estados Unidos, que faz conferências de diversos assuntos na Europa, Ásia e EUA e disponibiliza os vídeos de até 18 minutos na internet. http://www.youtube.com/watch?v=U6FvJ6jMGHU
TED Technology, Entertainment, Design  - http://www.ted.com/talks
Comecei a fazer um curso sobre argumentação, era o que tinha disponível no dia que me cadastrei. Fiz boa parte e acabei não gostando, meu nível no inglês também não ajudou, mas pelo pouco que entendi o assunto estava repetitivo... rs.  Agora estou fazendo um curso sobre indígenas do Canadá, realmente estava esperando por este curso e é muito bom,  fiz a inscrição no ano passado. Normalmente tem três atividades por semana, fóruns permanentes, com vários vídeos curtos e os testes de cada semana. Meu inglês é bem de iniciante, então coloco legenda em inglês.

Uma notícia bacana é que a Fundação Lemann firmou uma parceria com o Coursera, “Projeto Coursera Brasil”, com voluntários irão promover a tradução de vídeos para o português. (http://fundacaolemann.org.br/blog/)
Por esse e outros motivos que a internet fica cada vez mais interessante, estudar de graça é muito bom!